Flacidez. Junto com as estrias e a celulite, são os três maiores pesadelos estéticos da nossa vida, não é mesmo?

A flacidez é a perda de firmeza da pele em vários pontos do corpo, sendo mais presente nos braços – o famoso movimento do adeus – nas pernas, na barriga, nas pálpebras e no pescoço (papada). É um distúrbio normalmente relacionado ao processo natural de envelhecimento, pela perda contínua de colágeno e elastina – proteínas que dão a sustentação e o viço à pele.

Mas também podemos ter flacidez ao longo do vida, as causas são velhas conhecidas do nosso dia a dia e as formas de prevenção e tratamento também. Podemos prorrogar ao máximo o aparecimento da flacidez. É só seguir algumas boas dicas!

Quais as causas da flacidez?

As causas são poucas mas bastante conhecidas e complexas:

Processo de envelhecimento

Ao longo dos anos, os níveis de colágeno e elastina vão diminuindo, e essas proteínas são responsáveis pela firmeza d pele. Com isso, surge a flacidez. É uma causa natural, mas pode ser evitada com outras soluções.

Gravidez

É um período onde a pele é naturalmente bastante distendida para a acomodação da barriga e pode ocorrer flacidez após o parto. A alimentação saudável e outros cuidados são fortes aliados na prevenção à flacidez nesses casos.

Perda de peso abrupta

As dietas altamente restritivas provocam a perda rápida de peso e sem dar ao corpo o processo natural de emagrecimento com a acomodação dos tecidos. O resultado é a flacidez, especialmente após as cirurgias bariátricas.

Ganho de peso

Este caso funciona como a gravidez, porém com o componente mais crítico que é o fato de não ser algo que será revertido em um prazo: você precisará se dedicar ao emagrecimento, e poderá ganhar flacidez – além das estrias e celulite.

Como prevenir e combater a flacidez?

01 – Ter uma alimentação saudável

Todas as melhorias e boas causas no nosso corpo dependem fundamentalmente de comer bem: ingerir o que é saudável e descartar o que traz malefícios à nossa saúde.

Para evitar a flacidez e também combater quando ela começar a aparecer, devemos consumir alimentos:

Que contribuam para a manutenção dos músculos

Desta forma, eles preenchem os espaços, evitando que, atrofiados, não possam sustentar a pele. As melhores fonte são: carnes magras, leite, derivados de leite e ovos.

Que contenham colágeno

O colágeno é a proteína que trabalha especificamente na firmeza da pele. As fontes principais são as frutas cítricas (laranja, limão, kiwi, tangerina e outras). Você também pode usar suplementos à base de colágeno.

Também é importante lembrarmos que diversos alimentos e produtos precisam ser descartados, pois eles liberam toxinas e prejudicam uma série de processos orgânicos, e a flacidez é uma das consequências: bebidas alcoólicas, refrigerantes, farinha e açúcar refinados, frituras, embutidos e alimentos industrializados.

02 – Consumir muita água

Água é um santo remédio para tudo em nosso corpo, não seria diferente com a flacidez, que tem a ver com um dos órgãos mais beneficiados pelo consumo de água – a pele.

A hidratação renova as fibras de colágeno presentes na pele – nosso organismo produz sempre, a partir da alimentação – e isso mantém a elasticidade e rigidez da pele.

03 – Praticar exercícios físicos

Os exercícios físicos, principalmente a musculação, desenvolvem e fortalecem os músculos, fazendo com que ele fiquem colados ao máximo à pele, e assim não haverá espaço para a flacidez.

04 – Fazer tratamentos estéticos

Existem procedimentos que são realizados em clínicas dermatológicas e podem ajudar no combate à flacidez pela idade. Não são intervenções cirúrgicas – crioterapia, radiofrequência e carboxiterapia, por exemplo. Mas é importante lembrar que estes procedimentos tem alta taxa de resolução, mas os bons hábitos – alimentação, exercícios, ingestão de líquidos – serão decisivos para eles!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *